Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis

Página Inicial Noticias Lista de notícias Defesa Civil do Estado atua após leitura de ressonância em abalo sísmico na RMF
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto

Defesa Civil do Estado atua após leitura de ressonância em abalo sísmico na RMF

Sex, 10 de Julho de 2020 20:00

Abalos sísmicos de grandes proporções não são um fenômeno natural comum da nossa região, pois em sua grande maioria, ocorrem devido ao movimento das placas tectônicas do planeta. Na última terça-feira (7), tremores de terra foram sentidos durante a noite por moradores na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As cidades de Pacajus, Cascavel e Chorozinho sofreram abalos de 2.5 na escala Richter, (sendo o mínimo 2 e o maximo 10). O fenômeno foi registrado por sensores do Laboratório Sismográfico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis).

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do seu blog “Sismos do Nordeste”, informou que captou através da sua estação sismográfica, localizada no município de Cascavel (CE), um tremor de terra. Com o fenômeno, um relatório com informações detalhadas sobre o ocorrido logo foi gerado. A página, que tem que como objetivo divulgar notícias sobre tremores de terra que ocorrem no Nordeste brasileiro, disponibilizou a análise sobre o tremor.

Sismos do Nordeste – Atividade sísmica recente na região de Cascavel-CE

No município de Cascavel, foi possível sentir o tremor de terra nas localidade de Pitombeiras, Melancias e Feijão. No município de Chorozinho, o abalo foi sentido na sede do município e nas localidade vizinhas, como Timbaúba dos Marinheiros, Cedro, Triângulo de Quixadá, Carnaubinha e Salgado. Já no município de Pacajus, o tremor foi sentido no centro e na localidade de Pedra Branca. A Defesa Civil do Estado realizou uma visita técnica à estação Sismográfica da UFRN, com o objetivo de trocar equipamentos para a melhoria de sinal, e retransmissão desse mesmo sinal em tempo real até o destino de análise, em casos de abalos sísmicos no estado. Chegando assim, com uma maior rapidez e precisão ao ponto que sofrer algum tipo de abalo.

A missão da estação sismográfica de Cascavel é fazer o monitoramento sismográfico da região em que estão situados os municípios de Cascavel, Chorozinho e Pacajus, especificamente, todos pertencentes à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Pois é nesse território, onde é apresentada uma sismicidade histórica e bastante significativa para os estudos referentes à sismologia e a atuação da Defesa Civil no Estado.

Maior tremor de terra no NE

Nesta mesma região aconteceu o maior tremor de terra do Nordeste brasileiro, Trata-se do terremoto de Pacajus, acontecido em 20 de novembro de 1980, com uma magnitude de 5,2 da Escala Richter. O abalo sísmico é um fenômeno recorrente e não previsível, e a população precisa estar ciente e preparada para quando ocorrer. O Professor de Geologia da Universidade Estadual do Ceará (UECE), João Silvio Dantas, destaca que o fenômeno não pode ser chamado de terremoto, mas sim de uma ressonância de um abalo sísmico. “O Ceará tem regiões propensas a esses abalos, principalmente na região Norte. Para se ter uma ideia, por ano, acontecem mais de mil abalos sísmicos, que pouco são sentidos. Então, pode ser considerado um tanto quanto normal”, afirma.

Prevenção

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC), por meio do seu Núcleo de Sismologia, elaborou uma cartilha, que esclarece como agir durante tremores de terra. Acesse aqui.

 

Serviços

Agenda - Setembro 2020

Do Se Te Qu Qu Se Sa
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3

Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Ceará - Rua Oto de Alencar, 215 Centro - Cep 60.010-270, Fortaleza/Ce

Fone: (85) 3101.4582 e Fax 3101.2118

© 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados